John Romita Jr.



País de nascimento: Estados Unidos da América
17 de agosto de 1956

Lista de revistas com trabalhos de John Romita Jr.
Veja lista detalhada dos trabalhos


John Salvatore Romita Jr. nasceu em Nova York, filho de John Romita, cuja carreira nos quadrinhos é extremamente notável, principalmente pela arte nas histórias do “Homem-Aranha” nas décadas de 60 e 70.

John Romita Jr. começou sua carreira na filial britânica da editora Marvel, a Marvel UK, fazendo esboços para capas de reimpressões. Sua estreia nos EUA foi uma história de seis páginas no almanaque “Amazing Spider-Man Annual” n° 11, em 1977.

A popularidade de Romita começou com a sequência de histórias na revista de “Homem de Ferro”, com o escritor David Michelinie e o artista Bob Layton, iniciada em 1978. No início dos anos 80, ele teve sua primeira sequência regular para a série “Amazing Spider-Man” (Homem-Aranha), além de ter sido o artista responsável pela história de estreia de “Cristal”, a heroína mutante. Trabalhando com Roger Stern em “Amazing Spider-Man”, co-criou o Duende Macabro e desenhou uma edição na qual o Aranha encontra Fanático, e onde o vilão acaba preso nas fundações de cimento. De 1983 a 1986, ele foi responsável pelos desenhos da revista “Uncanny X-Men”, junto com Dan Green na arte-final e com os roteiros de Chris Claremont. Mais tarde, em 1993, ele voltaria para uma segunda sequência de histórias em “Uncanny X-Men”. Ele também colaborou com Jim Shooter na criação do personagem “Estigma”, para a linha de revistas do Novo Universo da Marvel.

No fim dos anos 80 e início dos anos 90, Romita teve uma extensa sequência na revista “Demolidor”, com a escritora Ann Nocenti e com o ganhador do Eisner Award, o arte-finalista Al Williamson. Foram nestas histórias que surgiu a personagem Mary Tifoide, uma inimiga do Demolidor. Foi também nestas histórias que Romita refinou seu estilo, criando um “design” bem peculiar na sua arte.

Posteriormente, Romita colaborou com Frank Miller na história que conta a origem do super-herói cego: “Demolidor: O Homem sem Medo”. Romita também trabalhou em diversos títulos da editora Marvel nos anos 90, incluindo “Justiceiro” (nas revista “Punisher War Zone” e “Punisher War Journal”), a minissérie de “Cable”, uma volta ao “Homem de Ferro” (na série “Guerra das Armaduras II”, escrita por John Byrne), um “cross-over” (encontro) de “Justiceiro” com “Batman” e uma volta ao “Homem-Aranha” (na revista “Peter Parker, Spider-Man”). Nesta época, começou a colaboração constante de Klaus Janson como arte-finalista de seus desenhos.

Em 1998, junto com Dan Jurgens nos roteiros, Romita Jr. capitaneou a volta da revista “Thor”. Em 2001, ele assumiu os desenhos da revista “Hulk”, junto com um trabalho na revista do “Homem-Aranha” (“Amazing Spider-Man”), onde ele e o roteirista J. Michael Straczynski fizeram várias mudanças no Cabeça de Teia.

Em 2004, ele desenhou uma série para “Wolverine” na celebração do trigésimo aniversário do personagem, que contava com os roteiros de Mark Millar. Além disso, ele publicou seu primeiro projeto autoral pela editora Image, “The Gray Area”. Depois, ele teve sua arte nas histórias de “Pantera Negra”, “Sentinela” e “Visão Millennium”.

Em 2006, ele colaborou com o roteirista Neil Gaiman para reinterpretar os “Eternos” de Jack Kirby.

Em 2007, Romita foi o desenhista da maior série daquele ano, “Hulk Contra o Mundo”, escrita por Greg Pak.

Em 2008, além de volta ao “Homem-Aranha”, também participou do projeto de Mark Millar, “Kick-Ass”, cuja história foi imediatamente transformada em um filme para cinema.

- Traduzido e adaptado por JRX, baseado em http://en.wikipedia.org/wiki/John_Romita,_Jr.



Relate algum problema encontrado nesse artista