Denny O Neil



País de nascimento: Estados Unidos da América
3 de maio de 1939

Lista de revistas com trabalhos de Denny O' Neil
Veja lista detalhada dos trabalhos


Dennis (“Denny”) O’Neil começou nos quadrinhos na Marvel — em 1965 — através de uma indicação de seu amigo Roy Thomas. O’Neil, que se descrevia “rebelde hippie de esquerda” e já tinha levado sermão do editor Stan Lee por usar no trabalho uma camiseta com a planta da maconha, escreveu histórias de faroeste (“Defensor Mascarado”) e também “Dr. Estranho” e “Nick Fury, agente da S.H.I.E.L.D.”, além de uma passagem pelo título “Lili, A Garota Modelo” (voltado para garotas). Lee, no entanto, não se deu bem com ele e o despediu.

Após um período na Charlton Comics — onde assinava “Sergius O’ Shaugnessy” — o editor Dick Giordano o recomendou a DC Comics. Nessa editora, o roteirista formou dupla com o desenhista Neal Adams, e juntos, produziram histórias inesquecíveis. A primeira foi com “Batman” — que teve uma “volta às raízes” no período deles (“Batman” foi o primeiro trabalho conjunto de O'Neil e Adams, e não “Lanterna Verde & Arqueiro Verde”, como afirmam algumas fontes). “Lanterna Verde & Arqueiro Verde” (1970) foi outra HQ que marcou a dupla de autores.

Ainda na DC, O'Neil capitaneou o retorno do “Sombra” (com os desenhista Mike Kaluta e Frank Robbins, a partir da primeira metade dos anos 70) e, em 1973, do “Capitão Marvel” original. Ainda nos anos 70, trabalharia em outros heróis nostalgia daquela editora: “Mulher-Maravilha” (numa passagem polêmica, onde reformulou a personagem) e “Superman”. Isso o fez ganhar desafetos, assim como aconteceu com Lee na Marvel. O co-criador do Capitão, C. C. Beck, por exemplo, odiava os scripts de O'Neil.

Em 1974, juntou-se ao escritor Jim Berry e, juntos, escreveram o romance “Dragon's fists”, onde os autores assinaram usando um pseudônimo genérico, “Jim Dennis”.

De volta à Marvel — agora sem Lee como editor — trabalhou como escritor e editor em vários títulos, entre eles: “Homem-Aranha”, “Demolidor” (onde tomou o então iniciante Frank Miller como pupilo) e “Homem de Ferro”, mas sem o mesmo sucesso que fez na DC.

Nos anos oitenta, mais uma vez na DC, assumiu a função editorial da linha “Batman”.


Notas e fontes
- http://www.operagraphica.com.br

(na foto, o autor, que também assina como “Sergius O’ Shaugnessy” e “Jim Dennis”, em 2006)



Relate algum problema encontrado nesse artista