Lois Lane



Nome: Lois Lane
Licenciador: DC Comics
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: Jerry Siegel, Joe Shuster

Lista de revistas com participação de Lois Lane

    Primeira aparição no:
  • País de origem
    Action Comics (1938)  n° 1 - DC Comics
  • Brasil
    Globo Juvenil, O  n° 317 - O Globo
Personagem das HQs de “Superman”. Para contracenar com aquele famoso e indestrutível super-herói do planeta Krypton, os autores, Siegel e Shuster, criaram inicialmente dois personagens coadjuvantes, que estrearam logo no n° 1 do gibi “Action Comics”: a intrépida e bela repórter Lois Lane (que amava o Homem de Aço mas, ironicamente, desprezava Kent, sem saber que os dois eram a mesma pessoa) e o editor George Taylor, ambos do jornal “Estrela Diária” (nome mudado mais tarde para “Planeta Diário”).

No início, a moça, apesar de ambiciosa, era apenas colunista do “consultório sentimental” do jornal, enquanto Kent ficava com as melhores manchetes. Mas depois foi promovida a repórter de campo. Lois lembra uma antiga repórter dos quadrinhos, “Jane Arden” (1927), e também teria sido inspirada em uma colega de escola de Siegel, Lois Amster. Mas foi Joanne Carter a contratada para servir de modelo para Shuster desenhar a personagem. O curioso é que, muitos anos depois, Siegel dançava com uma moça que acabara de conhecer em um baile à fantasia. A garota era nada mais do que a própria Srta. Carter, com quem ele acabaria se casando em 1948. Quanto à Amster, Siegel confessou que, como todo “nerd”, não teve coragem de convidá-la para sair na época. Em uma matéria sobre os 50 anos do Superman, o “Globo Repórter” perguntou a ela se aceitaria sair com Siegel na época, se ele tivesse convidado. Com um sorriso, ela respondeu que sim.

A partir de 17 de dezembro de 1938, quando “Superman” estreiou no Brasil, no n° 445 de “A Gazetinha”, os nomes foram abrasileirados: Lois virou Míriam (embora na revista “O Lobinho” o nome “Lois” fosse mantido); Clark, Edu; Superman, Super-Homem, e assim por diante.

Lois Lane passou a infância vivendo entre vários países, mudando-se constantemente de acordo com a convocação do pai militar, Sam Lane, para bases dos EUA ao redor do mundo. Sua mãe, Ellen, faleceu quando ela tinha quatro anos e Lois virou a responsável por criar a irmã Lucy.

Esta combinação de fatores lhe deu uma infância fora do comum. Apesar de difícil em vários momentos, foi o que lhe possibilitou uma visão de mundo ampla para a carreira de jornalista. Em início de carreira, ela destacou-se como uma das principais repórteres do “Planeta Diário”, de Metrópolis.

(na ilustração ao lado, a personagem desenhada em 1938 por Joe Shuster)

Lois Lane


Outras identidades
  • Super-Mulher 2 (Lois Lane)



  • Relate algum problema encontrado nesse personagem