Lanterna Verde II



Nome: Harold "Hal" Jordan
Nome original: Green Lantern
Licenciador: DC Comics
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: Gil Kane, John Broome

Lista de revistas com participação de Lanterna Verde II

    Primeira aparição no:
  • País de origem
    Showcase (1956)  n° 22 - DC Comics
  • Brasil
    Homem No Espaço  n° 12 - O Cruzeiro
Quando a editora DC começou a trazer seus velhos super-heróis de volta, nos anos 50, um dos nomes lembrados foi o do antigo Lanterna Verde dos anos 40. A DC resolveu trazê-lo de volta em 1959, mas com uma nova roupagem, voltada para a ficção científica. O desenhista Gil Kane baseou as feições do herói nas do ator Paul Newman. A partir de 1960, a HQ ficou cada vez mais parecida com os livros da série “Lensmen”, de E. Doc Smith. No início, o editor da DC, Julius Schwartz, negou que a intenção fosse copiar Smith. Mas após investigar, chegou à conclusão que foi o roteirista John Broome, um fã de carteirinha daquelas histórias, que copiou os “Lensmen”.

Na trama, o piloto Hal Jordan testava um simulador de jato quando foi arrancado (com o aparelho e tudo) do chão e levado pelo ar até o meio do deserto, onde uma nave extraterrestre repousava, avariada. No interior da nave, Abin Sur, membro da Tropa dos Lanternas Verdes, agonizava, às portas da morte. Antes de desfalecer, Abin passou seu anel para Jordan, e o tornou o novo Lanterna Verde do setor 2814, o setor da Terra. No início, o jovem teve de aprender a dominar o anel sozinho e descobriu duramente que ele não funcionava contra qualquer coisa amarela. Logo de cara, o herói calouro teve de enfrentar um ser chamado Legião, que em sua perseguição assassina, destruiu o hospital onde estava um dos seus amigos, que ficara paralisado após o acidente. Esse amigo e todos os doentes morreram, transtornando mais ainda o nosso personagem.

Quando estava enfrentando Legião, Jordan descobriu pela, primeira vez, que o anel se descarregava, e quase morreu por isso. Voltando ao deserto, onde estava a nave, ele procurou pela bateria energética, descobriu como se recarregava o anel e também que o este podia “falar”.

Como Lanterna Verde, Jordan foi treinado inicialmente pelo Lanterna Kilowog e, depois, por Sinestro. O treinamento com este último foi feito quando Jordan estava na prisão, depois de se entregar e confessar que dirigira alcoolizado. Durante seu treinamento, descobriu que Sinestro usava seu poder para governar seu planeta, Korugar, como um ditador, e convocou a Tropa dos Lanternas. Tomando conhecimento do abuso de poder do vilão, os Guardiões enviaram os andróides chamados de Punhos dos Guardiões para capturá-lo.

Como o Lanterna do setor da Terra, Jordan fundou a Liga da Justiça, junto com outros heróis. Com o tempo, a editora DC começou a fazer algumas modificações na figura. No final dos anos 60, por exemplo, Jordan deixou de ser piloto para se transformar num vendedor de brinquedos. Mas nenhuma mudança se comparou àquela que estava por vir. Numa daquelas jogadas de marketing totalmente desnecessárias (apelidada pelos leitores de “morre-rescucita”), a DC transformou Hal Jordan num vilão. A trama começa no dia em que o Superman Cyborg destrói a cidade de Jordan, Coast City, e o herói fica louco com a perda. Enraivecido com os Guardiões do Universo que o impedem de ressuscitar a cidade utilizando o seu anel, Jordan destrói os Guardiões e a Tropa. Ele absorve então todo o poder da bateria central tornando-se o vilão Parallax. Como Parallax ele tenta mudar o passado, mas é impedido pelos maiores heróis da Terra. Mas quando o Devorador de Sóis, uma entidade gigantesca que sobrevive absorvendo energia de estrelas, vem absorver nosso Sol, Jordan se sacrifica para detê-lo.

Depois disso a alma de Jordan se fundiu a do Espectro, o espírito da vingança. Descobriu-se mais adiante que, na verdade, Jordan não tinha enlouquecido: havia sido possuído por Parallax, maligno ser aprisionado dentro da bateria central, e era o que causava a vulnerabilidade dos anéis ao amarelo. Esse ser havia usado o choque do nosso vingador esmeralda ao ver sua cidade destruída para corrompê-lo e, mesmo morto, ainda estava ligado à ele na forma do Espectro.

Em “Lanterna Verde – Renascimento”, Jordan consegue vencer a influência de Parallax, e volta à vida. Ele então derrota o vilão, com a ajuda dos Lanternas remanescentes. Assim, Jordan retornou a sua carreira como herói.

Na TV, o Lanterna Verde apareceu em diversos desenhos animados a partir de 1967. No primeiro, como personagem principal; nos demais, como coadjuvante ou convidado especial. Recentemente, ganhou uma nova versão em animação computadorizada e até um filme com atores.


Relate algum problema encontrado nesse personagem