Fantasma (13º)



Nome: Christopher "Kit" Walker
Nome original: 13th Phantom
Licenciador: King Features Syndicate
Criado por: Lee Falk

Lista de revistas com participação de Fantasma (13º)

Personagem das HQs do "Fantasma" de Lee Falk. É um dos antepassados do popular herói.

INFÂNCIA E ADOLESCIÊNCIA:

O 13º Fantasma foi educado nos Estados Unidos.

AVENTURAS:

Entrou em ação por volta de 1793 (*), seguindo a tradição da sua família de justiceiros mascarados.

De acordo com o nº 1 da mini-série “O Fantasma” [**], da Globo, ele foi o menor de todos os Fantasmas (mais baixo que o 9º). O 14º Fantasma escreveu nas crônicas: “Sempre achei que meu pai, o 13º Fantasma, fosse um homem enorme. Só depois que cresci e fiquei bem mais alto que ele é que percebi que ele foi o MENOR de todos os Fantasmas. Era tão ágil e competente quanto os outros... apenas tinha um físico DIFERENTE. Toda vez que eu me exercitava com ele, ficava sabendo que tamanho não é documento.” Mas nas HQs oficiais (o canon só vale para o material dos jornais) não há nenhuma referência a uma estatura desse personagem. Lee Falk e Sy Barry nunca fizeram menção à sua baixa estatura. Pelo contrário: em “The vault of missing men” (“O Rei dos Piratas”), dominicais de 1979-80, Falk e Barry o descrevem como um herói romântico tipo Errol Flynn, onde aparece bem alto.

Ainda segundo o nº 1 da na mini-série da Globo, ele tinha como mascote uma elefôa chamada Mira.

CASAMENTO:

Há duas versões para o casamento deste 13º Fantasma:

- a mais aceita é a de “The vault of missing men”: ele casou-se com Jeanette (“Janete”, na versão da RGE), irmã do famoso pirata Jean Lafitte, por volta de 1812-18;

- as tiras diárias de 1994 dizem que ele se casou com a filha de um chefe índio e procurou, em 1795, um tesouro pirata enterrado. Ainda segundo essas tiras de 1994, quem desposou Jeanette foi o 14o. Fantasma.

No nº 20 da revista "The Phantom" (2007), da editora Moonstone (**), o 13º Fantasma vive uma aventura durante o reinado de Luis XVIII, mais especificamente na época que o rei dissovera o seu corpo de Mosqueteiros (história "Worth beyond measure", escrita por Mike Bullock). Na trama, enquanto que alguns nobres mosqueteiros desapareceram, outros poucos se tornaram mercenários. E são esses mosqueteiros corruptos e decadentes que o herói enfrenta.

MORTE:

O 13º Fantasma morreu por volta de 1811, num duelo final com o pirata Tibério Chessman, que morreu junto com ele, ao cair do pico da Cabeça do Fantasma (mini-série “O Fantasma” da Globo nº 4, antipenúltima página). Foi um dos poucos Fantasmas que teve seu fim revelado aos leitores, junto com o 20º.

- Antônio Luiz Ribeiro


Fontes e notas —
(*) material canônico, produzido pela King Features;
(**) material não-canônico, produzido pela editoras DC e Moonstone.


Relate algum problema encontrado nesse personagem