Diana Palmer



Licenciador: King Features Syndicate
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: Lee Falk, Ray Moore

Lista de revistas com participação de Diana Palmer

Personagem das HQs do "Fantasma" de Lee Falk. Criada em 1936, Diana Palmer era a namorada de Kit Walker, o Fantasma. Ao se casar com o famoso herói mascarado, na tira de 1977, passou a usar o sobrenome Walker.

Diana é filha de Lily Palmer e sobrinha de David Palmer. Quando seu pai, um cientista e explorador marinho, morreu, ela continuou suas pesquisas, a bordo do seu S.S. Trotter. O pai de Diana não aparecia na tira (era só citado), mas no seriado da Columbia de 1943 ("O Fantasma") era chamado de "Professor Davidson" e foi interpretado por Frank Shannon (o Dr. Zarkov dos seriados de "Flash Gordon"). Já nos quadrinhos, era seu tio quem servia de figura paterna. Ainda naquele seriado, Diana foi vivida por Jeanne Bates. No filme "O Fantasma" (1996) foi interpretada por Kristy Swanson.

Em suas primeiras aparições no Brasil, Diana foi chamada de "Lita" (na "Gazetinha") e "Lily", nome mais tarde corrigido para Diana. No decorrer da série, o autor, Lee Falk, deu várias profissões para a jovem. Nas primeiras tiras, ela aparecia apenas como uma rica herdeira e aventureira. Depois, soube-se que também pilotava aviões. Mais adiante, foi revelado que ela também era campeã olímpica de saltos ornamentais. Na verdade, Falk parecia ter dificuldades em achar "um passado" para a personagem. Em um episódio de 1962, "The epidemic", ela virou enfermeira a serviço da ONU e permanece lá até hoje. Só que, mais adiante, foi transferida para o departamento de direitos humanos da organização. Essa é a fase onde a série já estava em decadência, tanto narrativa quanto visual. Falk criou então novos personagens para contracenar com a agora Dra. Diana, todos insípidos e politicamente corretos: Dr. Padillo (um latino), Dr. Kirk (um louro americano democrata), Dr. Singh (um indiano), Dra. Chang (chinesa), Dra. Eboli (negra africana) e outros “doutores”, todos liderador por um tal de Dr. Henry, que era a cara do Henry Kissinger.

Diana também já foi vista liderando os pigmeus Bandar. Quando o Fantasma está fora de ação, é ela e Guran quem tomam as decisões na Floresta Negra (território do herói). Isso foi visto em episódios como “The dragon god” (“O dragão sagrado”, de 1947).

- Antônio Luiz Ribeiro

Diana Palmer



Relate algum problema encontrado nesse personagem