Comediante



Nome: Edward Blake
Nome original: Comedian
Licenciador: DC Comics
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: Alan Moore, Dave Gibbons

Lista de revistas com participação de Comediante

    Primeira aparição no:
  • País de origem
    Watchmen (1986)  n° 1 - DC Comics
  • Brasil
    Watchmen  n° 1 - Abril
Primeira aparição Watchmen n° 1 (setembro de 1986).

Um dos personagens da mini-série “Watchmen”. Baseado num antigo herói da Charlton Comics, o “Pacificador”, Comediante é, entre outras coisas, uma crítica de Alan Moore aos Republicanos — Moore, por sua vez, foi criticado pelos conservadores por apologia ao terrorismo.

Eddie Blake teve a mais longa carreira de combate ao crime, de todos os vigilantes fantasiados. Edward Blake primeiro começou como um combatente do crime em 1940, como O Comediante.

Vigilante transformado em agente paramilitar, o Comediante é mostrado em alguns dos momentos mais intensos da série como um niilista com pouco respeito pela moralidade ou para com a vida humana.

Na falta de argumentos em contrário, é provável que ele só combatia o crime como uma desculpa para cometer atos sádicos e violentos.

Ele fez parte de um grupo chamado Minutemen, uma equipe de oito mascarados vigilantes que combatiam a criminalidade.

Depois de uma sessão de fotos para os Minutemen, o comediante entrou em uma sala onde encontrou a Espectral trocando de roupa. Ele então tentou estuprá-la, mas foi impedido por Justiça Encapuzada, que esmurrou o Comediante em um acesso de raiva. O Minutemen então o expulsou do grupo.

Em 1941, depois de ser esfaqueado no peito ele mudou seu traje verde e roxo para uma armadura de couro resistente.

Logo após os Minutemen se desfizeram em 1950, Blake foi chamado para depor pelo desaparecimento e morte do Justiça Encapuzada, mas ele se recusou a depor. Nada jamais foi provado contra ele.

No final dos anos 1960 Blake se juntou a um grupo chamado Crimebusters, liderados pelo Capitão Metrópole.

No entanto, o primeiro encontro não durou muito tempo, pois logo que todos se reuniram Comediante ateou fogo em um modelo de exibição de Metropole e disse a todos que o grupo era uma piada.

Após o da Lei Keene na década de 70, o Comediante junto com o Dr. Manhattan ajudaram o exército na guerra contra o Vietnã, onde ele adquiriu uma cicatriz deformante no lado esquerdo de seu rosto no fim da guerra por uma mulher vietnamita que estava enfurecida e esperando um filho dele. Ele atirou-lhe, em retaliação, dizendo ao Dr. Manhattan (que tinha visto o calvário) que, apesar das inúmeras chances de prevenir toda a indiscrição, ele não fez nada.

Voltando para casa, ele ajudou o Coruja na tentativa de acabar com uma revolta, mas ao ser atingido na cabeça por uma pedra atirada que foi arremessada por um dos rebeldes, fez ele abrir fogo contra a multidão com balas de borracha. Depois que a multidão de dispersa, Coruja questiona sua escolha brutal de ação.

Em outubro de 1985, ele visitou Edgar Jacobi, o Moloch, seu ex-arqui-inimigo, enquanto ele estava bêbado. Soluçando, ele lhe diz que tudo na vida é uma piada, antes de partir em um estupor embriagado. Poucos dias depois, ele é atacado em seu apartamento; sendo espancado antes de ser jogado da janela e caindo para a morte.

Comediante e seus companheiros apareceram pela primeira vez em 1986, em uma minissérie em 12 edições (no Brasil, a estréia se deu 1988, pela editora Abril).

Em 2009 surgiu o filme “Watchmen”, dirigido por Zack Snyder, e com Jeffrey Dean Morgan como Comediante.








Relate algum problema encontrado nesse personagem

  • Antônio Luiz Ribeiro
  • Adicionado por
    Antônio Luiz Ribeiro
    em 25/08/2008 22:15:00