Ajude na manutenção e expansão do Guia dos Quadrinhos


Lucky Luke



Nome original: Lucky Luke
Licenciador: Real Press
País de origem: Bélgica
Criado por: Maurice de Bevère - ‘Morris’

Lista de revistas com participação de Lucky Luke

    Primeira aparição no:
  • País de origem
    Almanach Spirou  n° 3 - Dupuis
Sensacional sátira/homenagem ao gênero Western, Lucky Luke é o cowboy mais sortudo do velho Oeste. Magro, de cigarro caído na ponta dos lábios e sempre às voltas com os Irmãos Dalton, este é Luke. A primeira aventura do herói se chamou “Arizona 1880” e foi publicada em 7 de dezembro de 1946, no “Almanach” (almanaque) para 1947 da magazine belga “Spirou” (antigamente os almanaques - inclusive no Brasil - eram lançados no final do ano anterior à data da capa).

O estilo dos desenhos em “Lucky Luke” é caricato e ao mesmo tempo agradável, com contornos de pretos acentuados (como em “Tintin”). Morris escrevia e desenhava sua historieta e logo percebeu que deveria passar alguns anos nos Estados Unidos, a fim de colher maiores dados, autenticidade e inspiração para sua HQ. Assim o fez. E da América ele desenhava sua historieta para a “Spirou” da Bélgica. Sua estada nos EUA foi duplamente proveitosa, pois além de absorver inúmeras facetas da mitologia do Oeste americano, foi lá que Morris conheceu René Goscinny, que se tornaria o escritor permanente da série, deixando-a só por ocasião de sua morte. A dupla Goscinny/Morris realizou com “Lucky Luke” uma das obras mais notáveis da banda desenhada européia.

O slogan de Luke é “O homem que atira mais rápido que a própria sombra”. O cigarro que portava no canto da boca foi substituído em 1983 por uma palha de capim, uma decisão de Morris que lhe valeu o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde - OMS, que lhe concedeu uma medalha a 7 de abril de 1988 em Genebra, pelas jornadas mundiais sem tabaco. Por outro lado, o ato politicamente correto fez com que a HQ perdesse um pouco de seu charme original.

Luke virou desenho animado para o cinema e, em tempos recentes, um telefilme italiano (1991) com Terence Hill (o eterno Trinity) no papel principal. Em 2004, apareceu no longa “Les Dalton", vivido por Til Schweiger.

No Brasil, Luke foi publicado também no “Globinho Supercolorido”, o suplemento dominical do jornal carioca “O Globo”, desde o primeiro número (em 2 de julho de 1972) até os anos 80.

Lucky Luke



Relate algum problema encontrado nesse personagem