Ajude na manutenção e expansão do Guia dos Quadrinhos


A.R.G.U.S.



Nome original: A.R.G.U.S.
Licenciador: DC Comics
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: Gene Ha, Geoff Johns

Lista de revistas com participação de A.R.G.U.S.

    Primeira aparição no:
  • País de origem
    Justice League (2011)  n° 7 - DC Comics
  • Brasil
    Liga da Justiça  n° 7 - Panini
A.R.G.U.S. é uma agência do governo norte-americano liderada por Sasha Bordeaux, a qual atua como apoio aos indivíduos super-humanos dos Estados Unidos, inclusive a Liga da Justiça. Também realiza pesquisas governamentais, supervisiona as responsabilidades dos EUA no que tange aos super-humanos e respondem a ameaças meta-humanas de pequena escala.

Supostamente, a A.R.G.U.S. existe desde os primeiros dias da Revolução Americana [1775 – 1783], quando foi conhecida como a "Armada Revolucionária Governamental Unida Secreta", responsável por espionar as forças britânicas para ajudar a ação militar. Após a independência, eles mudaram novamente. Tornaram-se os "Anônimos Ramificadores do Grupo Unido Secreto". Eles lutaram na Guerra Civil Americana [1861-1865], rastrearam foras-da-lei e defenderam a vida dos presidentes dos EUA.

Durante esse período, seus maiores inimigos eram os Homens Carmesins, servos de um culto o qual acreditava em um apocalipse iminente, a ser anunciado pelos céus vermelhos. Os Homens Carmesins recrutaram os ricos e poderosos para o seu lado e, ao longo do século XX, A.R.G.U.S. e os Homens Carmesins travaram uma guerra sombria, até a derrota deste último. Posteriormente, a A.R.G.U.S. ficou adormecida, à espera para mudar de novo, a fim de se adequar aos tempos.

A História Oficial
Na sequência do ataque de Darkseid à Terra Primal, e à formação da Liga da Justiça, o governo americano criou uma agência chamada Agência de Respaldo e Gestão para Unificação de Super-Humanos, para lidar com todos os transbordamentos das missões da Liga da Justiça e lidar com os destroços posteriores . O primeiro chefe da agência foi Steve Trevor, por seu histórico militar e sua história com a Mulher Maravilha. Ele aceitou e A.R.G.U.S. entrou oficialmente em existência no dia seguinte.

Nos cinco anos seguintes, a A.R.G.U.S. serviu honrosamente, trabalhou em conjunto com a Liga da Justiça para construir e fornecer A Sentinela, para controlar a Sala Vermelha e a Sala Negra, supervisionar a criação do Circo em Detroit (repleto de visitantes interdimensionais através do buraco deixado pela chegada de Darkseid) e Belle Reve, a prisão de supervilões do país. Trevor recrutou seus ex-companheiros de equipe do Team 7, como Amanda Waller e John Lynch.

No entanto, durante o rescaldo do incidente de David Graves, a A.R.G.U.S. passa a ter uma nova diretora, Amanda Waller, a chefe da Força Tarefa X. Isso resultou em uma postura mais agressiva contra ameaças como o tráfico de pessoas sobre-humanas. Essas táticas se mostraram inúteis diante da conspiração da Sociedade Secreta, no entanto, e a agência foi prejudicada por um ataque do Sindicato do Crime e da Sociedade Secreta. Após o ataque do sindicato do crime, Steve Trevor foi o agente de campo de maior ranking novamente, e prometeu mudar a agência para algo mais limpo. Algum tempo depois, Trevor saiu da chefia da A.R.G.U.S. e Sasha Bordeaux tomou o seu lugar.

Criada por Geoff Johns e Gene Ha, a A.R.G.U.S. surgiu nas páginas de Justice Leaue Vol 2 #7 (maio de 2012).


Relate algum problema encontrado nesse grupo

  • hawkman
  • Adicionado por
    hawkman
    em 04/09/2014 01:44:00