Jotapê Martins



País de nascimento: Brasil
8 de janeiro de 1960

Lista de revistas com trabalhos de Jotapê Martins
Veja lista detalhada dos trabalhos


João Paulo Lian Branco Martins é um antigo tradutor da editora Abril (em especial das revistas de super-heróis), empresário (um dos antigos donos do estúdio Artecômix - mais tarde, "Art & Comics"), psiquiatra e psicanalista.

Conforme relata Gonçalo Junior no álbum "Marvel: 40 anos no Brasil" (2007), em 1979 "o estudante de medicina João Paulo Lian Branco Martins, mais conhecido como Jotapê Martins ou simplesmente Jotapê, que o procurou [Helcio de Carvalho, editor da Abril] para oferecer seus serviços de tradutor 'gratuitamente', tamanha era sua paixão pelos personagens. Eram férias de junho. A Abril havia acabado de lançar Almanaque do Capitão América e Herois da TV. Jotapê, que cursava medicina, sempre quis ter algum envolvimento com quadrinhos de super-herois. Como, até então, os personagens só eram publicados por editoras do Rio de Janeiro, a entrada da Abril nesse mercado, foi a oportunidade para ele satisfazer seu desejo.

A ideia era traduzir uma ou duas histórias naquele começo de férias e retomar seus estudos. O aspirante a tradutor foi então submetido a um teste. Helcio viu que tinha ali um potencial a ser desenvolvido e passou a treiná-lo. Além disso, o jovem editor tinha assumido um tremendo abacaxi e percebeu que podia contar com uma força daquele aluno de medicina, que entendia muito de Marvel Comics. Com o fim das férias, Jotapê, que havia traduzido quatro histórias, sumiu. Não lhe passava pela cabeça seguir carreira com quadrinhos. Em agosto, Helcio telefonou para o rapaz e propôs que ele continuasse a traduzir histórias. Não foi preciso insistir muito. Jotapê virou 'free lance' na editora e, juntos, os dois [sob a supervisão de Dorival Vitor Lopes (*)] se encarregaram de arquitetar um complexo planejamento de histórias e personagens que pudesse colocar a casa em ordem.

Esse planejamento resultou na hoje famosa "cronologia própria da Abril". A decisão da dupla se baseou no fato de que grande parte do impacto dos quadrinhos Marvel era decorrente de todos os personagens conviverem num mesmo universo, com tramas em sequência que influenciavam umas às outras. Até então, no Brasil, os quadrinhos Marvel eram publicados fora de ordem, sem a coesão das publicações originais.

A "cronologia Abril" e seus consequentes cortes e remontagens de páginas surtiu os resultados desejados entre a maioria dos leitores que só acompanhavam seus herois nas publicações brasileiras, mas provocou protestos daqueles que liam as HQs no original e exigiam mais fidelidade da editora.

Em 1986, Jotapê e Helcio de Carvalho criaram o estúdio Artecômix, que prestava serviços para a Editora Abril entre outras. Quatro anos depois, os dois convidaram o amigo e antigo coordenador da redação em em que trabalharam na Abril, Dorival Vitor Lopes, para a sociedade. Assim, surgiu o estúdio Art & Comics, do qual Jotapê fez parte até 1993, quando montou o Estúdio Arcádia. Em 1997, Martins fundou a Via Lettera, com Monica Seincman, editora da qual saiu em 2004.

Atualmente, traduz alguns títulos para a Panini.

- Antônio Luiz Ribeiro

Notas e fontes —
(*) http://www.texbr.com/portrasdopano/mythos/dorivalvitorlopes_a.htm





Relate algum problema encontrado nesse artista