Festival Guia dos Quadrinhos 2018


Guglielmo Letteri



País de nascimento: Itália
11 de janeiro de 1926
2 de fevereiro de 2006

Lista de revistas com trabalhos de Guglielmo Letteri
Veja lista detalhada dos trabalhos


(na foto, Letteri [centro], Hugo Pratt [esq., de taça na mão] e Ivo Pavone [de violão] em Buenos Aires, em 1957 – foto: arquivo de Antônio Luiz Ribeiro)

Desenhista italiano, mais conhecido do público leitor brasileiro por seu trabalho em “Tex”. Para muitos, sua versão de “Tex” superava o de Galep, o idealizador gráfico do conhecido ranger justiceiro. Profissional apreciado pelos leitores em razão de seu estilo limpo, preciso e de alta qualidade, os traços de Letteri recordam muito os trabalhos de profissionais do calibre de Phil Davis (de “Mandrake”) e Alex Raymond.

Embora fosse italiano, Letteri tinha passagens por outros países. Entre 1939 e 1943, morou com a família na Albânia. De volta à Itália, fez engenharia e tentou ser músico. Em 1948 foi para a Argentina, para trabalhar numa fábrica de bebidas italiana e acabou conhecendo Athos Cozzi, um desenhista que o introduziu no mundo mágico dos quadrinhos e o convenceu a se dedicar como profissional. Seus primeiros trabalhos saíram na revista “Misterix”, da Editorial Abril (não a Abril brasileira). Mas Letteri não conseguia ficar parado e, em seguida, morou nas Ilhas Canárias e em Lisboa, acabando por aportar em Londres em 1958. Na Grã-Bretanha ele trabalhou para a editora Fleetway, desenhando as séries “água-com-açúcar” “Love Story Library” e “Famous Romances Library”, e depois voltou à Argentina e ainda ficou uns tempos no Uruguai e até no Brasil. Em razão dos muitos anos de trabalho passados no exterior e de seu posicionamento extremamente reservado (Letteri não costumava dar entrevistas nem freqüentar convenções), seu nome era pouco conhecido na Itália. Isso começou a mudar a partir de 1963, quando voltou definitivamente à Itália e conheceu Sergio Bonelli, de quem recebeu a encomenda de fazer, em 1964, os desenhos para uma minissérie série de G. L. Bonelli (criador de “Tex”) tinha escrito sobre um detetive particular que agia em São Francisco no final do século XIX, “Rick Master”. A história de estréia de Letteri na equipe texiana foi “Emboscada nas rochas (1964). Seu último trabalho (a HQ de “Tex” “O veneno do Cobra”) teve que ser completado por outro desenhista, pois, ao ser internado em razão de uma pneumonia, sofreu um infarto e faleceu em fevereiro de 2006, em sua cidade, Roma.



Relate algum problema encontrado nesse artista

  • Guia dos Quadrinhos
  • Adicionado por
    Guia dos Quadrinhos
    em 05/03/2007 00:00:00
    Editado por Antônio Luiz Ribeiro