Wash Tubbs



Nome: George Washington Tubbs II
Nome original: Wash Tubbs
Licenciador: Newspaper Enterprise Association
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: Roy Crane

Lista de revistas com participação de Wash Tubbs

Chamado no Brasil de “Wash Tubbs” (na editora Saber) e “Tubinho”, é o parceiro baixinho do Capitão Cesar. Tubinho fez sua estréia 21 de abril de 1924, como “gag” diária — ou seja, um único painel (quadrinho) cômico por dia —, com o nome de “Washington Tubbs II” (encurtado para “Wash Tubbs” a partir de 1926). Carl Ed, amigo do autor, confirmaria mais tarde que Roy Crane baseou seu singelo personagem no comediante Harold Teen.

Tubbs era um pequeno e ambicioso funcionário de uma loja quando a série começou, mas gradualmente ele se tornou mais heróico, vivendo uma série de aventuras ao redor do mundo. A série foi enriquecida em 6 de maio de 1929, quando nosso herói libertou da cadeia um americano como ele chamado Easy (César, na versão brasileira). A partir de então os dois se tornaram inseparáveis, vivendo inúmeras aventuras ao redor do mundo. A historieta começou a ser acompanhada e copiada avidamente por jovens que mais tarde se tornariam grandes desenhistas: Joe Shuster, Floyd Gottfredson, Milton Caniff, Jack Kirby, Will Eisner, Mauricio de Souza...

Para se ter uma idéia de sua importância, foi a série “Cesar e Tubinho” que ajudou o “Gibi” de Roberto Marinho a se tornar um dos grandes sucessos da época (as outras historietas que acompanhavam “Cesar e Tubinho” no “Gibi” eram o “Bronco Piler” de Fred Harman, “Charlie Chan” de Alfred Andriola, “Histórias da Bíblia” de Dan Smith, “Jack do Espaço” de Zack Mosley, “Ferdinando” de Al Capp, “Barney Baxter” de Frank Miller, “Brucutu” e outras).

Em 1933 surgiu a página dominical “Captain Easy, Soldier of Fortune”, focalizada nas aventuras do personagem antes de conhecer Tubinho.

Tubinho e Cesar eram propriedades da distribuidora (“syndicate”) Newspaper Enterprise Association (NEA). Crane deixou o distribuidor e abandonou a série em 1943 para se dedicar a seu “Buz Sawyer” (“Jim Gordon”), tira de sua propriedade (e não de um “syndicate”). Com a saída de Crane, “Wash Tubbs” passou a ser feito por seu assistente, Leslie Turner, que vinha trabalhando com a série original desde 1937. Com Tubinho se tornando cada vez mais um personagem de pouca importância, Turner mudou oficialmente o nome da tira diária e da dominical para “Captain Easy” em 1949.

- Antônio Luiz Ribeiro


(acima, o personagem por seu criador, Roy Crane)


Fontes
http://comicbookplus.com/?dlid=10497
http://comicbookplus.com/?cid=1941

Wash Tubbs



Relate algum problema encontrado nesse personagem

  • antônio Luiz Ribeiro
  • Adicionado por
    antônio Luiz Ribeiro
    em 05/01/2008 22:44:00
    Editado por Antônio Luiz Ribeiro