AS TRANSPOSIÇÕES DE NARRATIVAS MIDIÁTICAS NA COMUNICAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE AS PARÓDIAS DA TELENOVELA /2014

Jéssica Chayanna da Costa e Rafael Jose Bona


A paródia, vista como adaptação, está presente em vários lugares: na televisão, no cinema, na propaganda, na internet, entre outros. Por isso, também tem grande importância para a área de comunicação social. Foi dentro dessa realidade que surgiu o tema para este estudo que analisou as adaptações em forma de paródias da telenovela Pantanal, para os quadrinhos e para o programa televisivo do grupo d’Os Trapalhões. Verificando como os temas da telenovela e seu conceito erótico foram transpostos para os quadrinhos e o programa, além de averiguar as características da narrativa da telenovela, a pesquisa foi classificada como exploratória, com estudo de caso, pesquisa bibliográfica e análise de conteúdo, utilizando autores como Feijó (1997), Alencar (2002), Hutcheon (2011), Knoll (2012) e Bona (2014). A análise focou-se em cinco categorias de estudo: tipo de intertextualidade, linguagem do gru

Download: 13

Email: bona.professor@gmail.com