A MULHER MARAVILHA É FEMINISTA? REFLEXÕES HISTÓRICAS A PARTIR DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS/2016

Rafael Moura Hoffmann


Mulher-Maravilha foi criada por Wiliam Moulton Marston em 1941 para combater a ideia de inferioridade das mulheres em relação aos homens. Mesmo assumindo-se como feminista, Marston sempre explorou o corpo feminino da personagem, sendo normal situações com conotação sexual, física ou psicológica. Anos mais tarde, em 1954, mesmo após sua morte, a fase Marston quase causou o cancelamento da revista, pois o psiquiatra Fredric Wertham acusava a personagem de ser lésbica, incentivando o relacionamento homoafetivo. A personagem passou por várias reformulações, muitas tentando acompanhar os movimentos sociais feministas. Em 1968, com intenção de torna-la uma mulher mais independente e atual, os roteiristas tiram seus poderes e trajes para que ela viva no “mundo dos homens” como uma mulher comum e depois reavendo seus poderes pela vontade dos consumidores. A Mulher-Maravilha passou por várias ref

Download: 13

Email: agacee@gmail.com