Vertigo: Além do Limiar


Paladino


Títulos publicados pela Paladino
A editora tem 11 títulos cadastrados no site, somando 67 edições no total.

A Editora Paladino era uma gráfica localizada em São Paulo na Rua Caquito n° 138 no bairro da Penha comandada por Savério Fittipaldi, que teve um momento de esperteza inacreditável ao constatar que o contrato da RGE (Editora de Roberto Marinho) com os personagens que vendiam muito na época não cobria a publicação em "formato livro". E logo saiu publicando Fantasma, Mandrake, Recruta Zero (Desses tiveram que mudar o nome, pois a editora não podia usar o nome original do personagem que era de registro da RGE). Recruta Zero, por exemplo, virou “Zé o Soldado Raso”. E mais um monte de outros personagens. O engraçado é que formato livro (14x20 cm) era apenas lombada quadrada e tamanho menor. O famoso jeitinho brasileiro para interpretar um contrato as vistas da lei. E é claro, que eles tiveram a conivência do licenciador da época, a APLA. Logo, por razões fiscais, para ficar dentro da alíquota de lucros arbitrados vigente, decidiram que era melhor abrir outras razões sociais para publicar outras revistas em formato de livro e assim nasceu a Paladino, Interpolar, Saber, Super-plá e mais algumas. Todas da família Fittipaldi. Pela Editora Paladino foram publicados em 1972 dois títulos Marvel: Sargento Fury em 03 edições mostrando o personagem na época da 2° guerra mundial com as histórias da dupla Stan Lee e Jack Kirby. A revista contou também com desenhos do grande John Romita e Dick Ayers. Também em 03 edições, o personagem Ka-Zar, remodelado por Lee e Kirby, baseado no personagem do Pulps dos anos 30. As histórias publicadas pela Paladino foram produzidas por Roy Thomas, Gerry Conway, Barry Windsor-Smith e Gil Kane. Na edição nº 02 aconteceu à primeira aparição do Homem-Coisa no Brasil. Um dos monstros do gênero terror mais famosos da Marvel, personagem criado por Gerry Conway em 1971. A Editora Saber SA que consta no expediente o endereço na Rua Almirante Barroso n°154 e 158 - Brás, teve como grande mérito ter sido a primeira em publicar as histórias de Drácula (Da Marvel) no Brasil. A publicação foi batizado de "O Túmulo do Conde Drácula" com apenas uma edição. As histórias são das edições originais "The Tomb of Dracula" nº 03 e 04. Produzidas por Archie Goodwin, Gene Colan e Tom Palmer. As edições em formato "Livro" da editora acabaram não tendo um resultado positivo. Em alguns casos, os editores pegaram apenas um quadrinho, e transformavam em página inteira remontando como se fosse uma página só, fazendo com que os desenhos ficassem esticados, descaracterizando totalmente as imagens. A Saber SA, não existe mais. Anos depois o filho de Savério, Hélio Fittipaldi abriria outra editora com o nome Saber. Mas dessa vez como Saber Ltda. Essa Saber está na ativa até hoje e não mais edita Histórias em Quadrinhos, trabalhando apenas com outros tipos de publicações. Mesmo as edições não tendo um trabalho gráfico bonito, elas são um das mais difíceis de serem encontradas e muito disputadas entre os colecionadores. Principalmente Ka-Zar 03 e o Túmulo do Conde Drácula. Essas duas edições em particular são vendidas por ai em torno de R$ 300,00 a R$ 400,00 reais cada uma. Em 1981 pela Editora Fittipaldi, foram publicadas quatro edições da revista Crazy (A revista que ousa ser estúpida), umas das publicações cômicas produzidas pela Marvel.