Ajude na manutenção e expansão do Guia dos Quadrinhos


Marvel Comics

Títulos publicados pela Marvel Comics
A editora tem 3429 títulos cadastrados no site, somando 37860 edições no total.

País: Estados Unidos da América

Em 1939, Martin Goodman, editor e proprietário da Red Circle, editora criada por ele para publicar “pulps” (magazines populares de contos de aventura, ficção-científica etc.), decidiu entrar no ramo dos quadrinhos, de olho no sucesso de “Superman”, “Batman” e outros gibis. Para produzir as historietas que iriam compor sua primeira revista em quadrinhos, Goodman recorreu ao Funnies Inc. — um do muitos estúdios formados por desenhistas que sabiam fazer quadrinhos mas que não tinham capital para bancá-los.

Numa jogada estratégica, Goodman criou o selo “Timely Comics” para distinguir seus futuros gibis das demais publicações da Red Circle. O primeiro deles se chamava “Marvel Comics” (que, a partir do segundo número, teve o título aumentado “Marvel Mystery Comics”) e foi lançado no final de julho ou início de agosto (mas com data de novembro de 1939). O n° 1 trazia cinco heróis: Tocha Humana (de Carl Burgos), Namor, o Príncipe Submarino (de Bill Everett), Ka-Zar (que vinha dos pulps da Red Circle), Anjo (de Paul Gustavson) e Masked Rider (de Al Anders). Desses cinco, só Namor e Ka-Zar não eram inéditos. O primeiro já tinha sido publicado no mesmo ano no gibi “Motion Picture Funnies Weekly” e o segundo era um conhecido herói de “pulps”.

O sucesso da “Marvel Comics” fez Goodman dar sinal verde para o lançamento de um novo herói, o Capitão América de Joe Simon & Jack Kirby, este um personagem inteiramente produzido dentro da Timely, e não no Funnies Inc. Entre os vários claboradores da revista do Capitão, Simon e Kirby contavam Stan Lee, um jovem primo da esposa de Goodman. O Capitão foi o primeiro trabalho profissional de Lee, mas ele logo passou a criar seus próprios super-heróis e se tornaria editor.

A década de 50 começou a todo vapor para a companhia. As revistas de Goodman vendiam bem a ponto do editor comprar sua própria distribuidora de revistas, a Atlas News Company. Por conta disso, até o final de 1951 todos os títulos já estampavam o logotipo do novo selo editorial de Goodman: Atlas Comics.

A partir de maio de 1961, a editora de Goodman passou a se chamar oficialmente “Marvel Comics”, com seus gibis começando a estampar o selinho “MC” na capa. Stan Lee, seu editor, veio com a idéia de criar novos super-heróis, para competir com a DC, que estava publicando o gênero com sucesso naquela época, com o enfoque mais para a ficção científica. Goodman e Lee, então, criaram uma nova revista naquele ano, “Fantastic Four” (Quarteto Fantástico). Com o sucesso da experiência, vieram outros títulos: “Hulk”, “Thor”, “Homem-Formiga”, “Homem-Aranha” (os quatro em 1962), “X-Men”, “Homem de Ferro”, “Vingadores” (os três em 1963), “Demolidor” (1964) e muitos outros. Em 1963, todos os gibis da editora traziam pela primeira vez o logotipo “Marvel Comics” (ou “MC”) nas capas.



Marvel Comics