Vertigo: Além do Limiar


Falcão da Noite (Gavião Negro I)



Nome: Carter Hall
Nome original: Hawkman
Licenciador: DC Comics
País de origem: Estados Unidos da América
Criado por: Dennis Neville, Gardner Fox

Lista de revistas com participação de Falcão da Noite (Gavião Negro I)

    Primeira aparição no:
  • País de origem
    Flash Comics (1940)  n° 1 - DC Comics
  • Brasil
    Lobinho, O  n° 1 - Grande Consórcio Suplementos Nacionais
Criado para ser atração complementar do número 1 do gibi “Flash Comics” (1940), o Gavião Negro da Era de Ouro dos quadrinhos tornou-se tão popular quanto o herói titular (o Flash), a ponto de estampar várias capas da revista. Seu nome verdadeiro era Carter Hall, arqueologista que descobrira que era a reencarnação de um nobre do Antigo Egito, o Príncipe Khufu.

Paralelamente, Carter descobriu o metal enésimo, que, ao ser moldado no cinto, permitia que ele voasse, desafiando a gravidade. Carter confeccionou um uniforme com enormes asas emplumadas para estabilizar o vôo e adotou a identidade secreta de "Gavião Negro".

Ele e sua parceira, a Garota Gavião (que também era reencarnação de sua amada egípcia) usaram as mesmas ferramentas expostas no museu para combater o crime.

Assim como muitos heróis da Era de Ouro, Gavião Negro deixou de ser publicado após a Segunda Guerra Mundial. Voltou nos anos 60, como convidado na nova versão da "Sociedade da Justiça" (ver). Nessas novas histórias, ficou estabelecido que o Gavião vivia num mundo paralelo ao nosso, em outra dimensão, chamado "Terra-2".

Em 1985, a "Terra-2" se fundiu com os diversos mundos paralelos ("Terra-1", "Terra-3" etc.) formando uma só Terra (evento visto na mini-série "Crise nas infinitas Terras"). Como resultado, ficou estabelecido que o Gavião viveu durante os anos 40/50, aposentando-se mais ou menos em meados da década de 50, só voltando à ação eventualmente, já na meia-idade.

Recentemente, na revista "JSA" números 23 a 25, o Gavião Negro original saiu do limbo onde estava confinado e voltou para o Universo DC. Como efeito colateral do limbo, o herói rejuveneceu fisicamente, aparentando uns 30 anos.

O Gavião Negro teve diversos nomes no Brasil. Alguns:

- Falcão da Noite (como foi chamado pelo Grande Consórcio de Suplementos Nacionais e pela Panini);

- Falcão (pela EBAL e RGE);

- Gavião Negro (pela EBAL e pela Panini);

- Gavião (na dublagem do desenho animado da Filmation, em 1967);

- Homem-Águia (na dublagem do desenho animado dos Superamigos);

- Falcão Negro (pela EBAL, em 1977);

- Homem-Pássaro (como a Gulliver chamou seu boneco);

- Gavião da Noite (na editora Metal Pesado/Tudo em Quadrinhos);

- Rapina (EBAL, na revista "Quadrinhos em Formatinho", 2a. série, com "Mulher-Maravilha", no. 16).


Na TV:

O Gavião Negro nunca teve seu programa de TV com atores de carne e osso, mas apareceu como convidado especial em dois deles. O primeiro foi “Legends of the Superheroes” (1979), especial de baixo orçamento produzido pela Hanna–Barbera, com Bill Nuckols como o Gavião. O segundo foi a série de TV “Smallville” (as aventuras de Superboy), com Michael Shanks interpretando o personagem em vários episódios, em especial um exibido em 2010, “Absolute justice” (que incluiu vários outros membros da Sociedade da Justiça).

- Antônio Luiz Ribeiro


Relate algum problema encontrado nesse personagem

  • Edson Diogo
  • Adicionado por
    Edson Diogo
    em 24/05/2008 16:34:00