Frank Giacoia - ‘Frank Ray’



País de nascimento: Estados Unidos da América
6 de julho de 1925
4 de fevereiro de 1988

Lista de revistas com trabalhos de Frank Giacoia - ‘Frank Ray’
Veja lista detalhada dos trabalhos


Também assinava “Frank Ray” e “Phil Zupa”.

Frank B. Giacoia estudou na Liga de Estudantes de Artes (onde teve como colega Carmine Infantino) e na Escola de Artes Industriais em Manhattan. Começou na arte de HQs cedo: sua estréia foi, como “freelance”, na HQ do super-herói “Jack Frost”, da editora Marvel, publicado na revista “USA Comics” em 1941. “Jack Frost” era artefinalizado (tinta) por seu amigo Infantino e escrito por Stan Lee, nome que estaria relacionado ao jovem desenhista pelo resto da vida. De acordo com Infantino, Joe Simon, editor da “USA”, ofereceu então a ele e a Giacoia um emprego fixo na Marvel. Giacoia largou a escola para conseguir o emprego.

Giacoia foi empregado também nos Estúdios Iger, no final de 1941. Fez histórias de crime para a editora Ace e de horror para Avon, além de incontáveis títulos para DC/National, como “Molly Adams”, “Flash”, “Batman”, “Mulher Maravilha” (assinando “Phil Zupa”) e historietas de guerra.

Frank também contribuiu para as empresas Dell, Eartern Color, Fawcett, Harvey e Feature/Prize/Crestwood.

Em meados dos anos 50, Giacoia decidiu que era hora de dar uma virada na carreira, ingressando no então cobiçado mundo das tiras para jornais, onde estavam os melhores do ramo. Assim, em 1954, lançou sua versão de “Sherlock Holmes”, influenciada pelos filmes estrelados por Basil Rathbone. Apesar de muitíssimo bem desenhada e elogiada, a historieta não atraiu um número suficiente de leitores, sendo cancelada dois anos depois, em 1956. Mas Giacoia insistiu e apresentou outra tira naquele mesmo ano de 1956: “Johnny Reb e Billy Yank”. Esta durou mais tempo, sendo publicada por três anos, até 1959. Ainda em 1959, Giacoia colaborou anonimamente na tira de “Flash Gordon”, onde emprestou seu pincel até o ano seguinte. Uma quarta historieta, “Thorne McBride”, lançada em 1960, também não foi muito longe, sendo cancelada três anos depois.

A essa altura, Giacoia chegou à conclusão que seu lugar era mesmo na indústria das revistas em quadrinhos, e não nos jornais. Ainda assim, volta e meia o artista fazia algumas participações nas tiras diárias em preto-e-branco e páginas dominicais coloridas, principalmente como artefinalista. Foi assim com “Flash Gordon” (onde voltaria a fazer incursões em 1968, 1969 e, finalmente, em 1986), “Hulk” (1979-80) e “Homem-Aranha” (1978-81).

Nos anos 60, 70 e 80, já conformado que seu lugar era nas revistas em quadrinhos, destacou-se como um dos principais arte-finalistas da Marvel, principalmente em dobradinha com o “Rei” Jack Kirby (“Capitão América”). Outro medalhão da Marvel, Don Heck, também gostava de trabalhar com Giacoia, considerando-o um de seus arte-finalistas preferidos (ver “Alter Ego” n° 13, 2002, pág. 12).

Ainda nos anos 80, ele trabalhou também para Archie Comics.


Frank Giacoia - ‘Frank Ray’

Personagens criados por Frank Giacoia - ‘Frank Ray’ (5)


Relate algum problema encontrado nesse artista

  • Guia dos Quadrinhos
  • Adicionado por
    Guia dos Quadrinhos
    em 05/03/2007 00:00:00